19 de novembro de 2017

Neste Natal adote um cão do abandono

“Melhorar o mundo é melhorar os seres humanos. A compaixão é a compreensão da igualdade de todos os seres, é o que nos dá força interior. Se só pensarmos em nós mesmos, nossa mente fica restrita. Podemos nos tornar mais felizes e , da mesma forma, comunidades, países, um mundo melhor. A medicina já constatou que quem é mais feliz tem menos problemas de saúde. Quando cultivamos a compaixão temos mais saúde.” 
Dalai Lama 

Neste Natal adote um animal abandonado

"Oh, criatura humana! Como podes abandonar teu irmão, fechando-lhe os caminhos da vida e pedir depois a Deus que te dê o "pão de cada dia", se tu mesma negaste esse pão ao teu semelhante?." 
Helen Keller 

10 de novembro de 2017

NOVEMBRO AZUL: ENTENDA O CÂNCER DE PRÓSTATA EM CÃES E GATOS

NOVEMBRO AZUL: ENTENDA O CÂNCER DE PRÓSTATA EM CÃES E GATOS

Câncer de próstata atinge 80% dos cães não castrados, segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária. O Novembro Azul é marcado por campanhas de conscientização contra o câncer de próstata, mas, além dos humanos, cada vez mais os animais também precisam se prevenir contra a doença.

De acordo com as veterinárias Julia Leite e Mariana Ricci, da Petland Paraíso SP, a principal prevenção para a condição é a castração precoce. “Quando os cães são castrados ainda filhotes – antes da puberdade – não desenvolvem tecido prostático, já que não há produção de testosterona, com isso, o crescimento da próstata é inibido evitando a formação de tumor na glândula”, alertam as especialistas.

Entenda os problemas na próstata

A próstata é uma glândula sexual acessória localizada próxima à bexiga dos animais machos, sua função é produzir fluido prostático que auxilia na movimentação dos espermatozoides. A partir dos seis anos de idade os cães podem começar a ter o aumento da próstata, que é chamado de Hiperplasia Prostática Benigna. Esta alteração também pode surgir em gatos, mas é raro. Além disso, os animais ainda podem desenvolver a Prostatite, que é uma infecção bacteriana.

Quais são os sintomas?

O tutor precisa ficar atento a urina do animal que pode apresentar alguns sinais de alerta, como gotejamento, aumento na quantidade de vezes que o animal faz xixi, presença de sangue ou pus na urina, constipação e dor abdominal.

Como é feito o diagnóstico?

Segundo a veterinária Mariana Ricci, existem duas formas de diagnosticar as doenças de próstata. “O diagnóstico pode ser feito por meio do exame físico com o toque retal e através do exame ultrassonográfico que pode confirmar o aumento prostático”, explica.

O câncer é sempre maligno?

“O câncer maligno da próstata é menos comum e normalmente vem acompanhado de sintomas mais generalizados como perda de peso, fraqueza dos membros pélvicos, além dos sintomas relacionados à urina do animal”, esclarece a veterinária Julia Leite.

Como funciona o tratamento?

O tratamento mais comum é a castração do animal, já que o aumento da próstata depende da testosterona produzida pelos testículos. De acordo com veterinárias, há evolução favorável de 70% dos casos em até 90 dias após o procedimento. Elas alertam que em alguns casos é recomendado a retirada cirúrgica da próstata, que não causa nenhum dano à saúde do cão.

Viu alguma anormalidade?

Procure um veterinário rapidamente, ele é único profissional capacitado para diagnosticar os problemas relacionados a próstata do seu animal.

Fonte: https://www.anda.jor.br/2015/11/novembro-azul-prevencao-cancer-machos/

1 de novembro de 2017

Gatos Pretos finados

Este desejo profundo,
Este anelo pela imortalidade,
Donde vem este medo secreto,
Este horror íntimo.
De cair no nada.
Porque se retrai a Alma.
E estremece diante da destruição.
É a Divindade que se agita em NÓS.
É o céu que aponta o nosso futuro.
E anuncia a eternidade do homem.
ETERNIDADE  !   pensamento doce e horrível.
                                                                 Addison.

31 de outubro de 2017

Dia das bruxas

A compaixão é um sentimento natural que, ao moderar a violência do amor pelo próprio ego em cada indivíduo, contribui para a preservação de toda a espécie. É ela que nos impele a consolar imediatamente aqueles que estão sofrendo sem que tenhamos pensado sobre isso antes.” 
Jean-Jacques Rousseau

WICCA

WICCA

Desde tempos imemoriais se associou as bruxas ao mal, grande parte dessas crenças são ligadas a religiões que em sua intolerância as julgou (muitas vezes não que elas fossem) e até as assassinou em fogueiras, sempre em nome de Deus.
Confunde-se magia negra com Wicca.

Wicca é uma religião que tem sua base “espiritual” na religião matriarcal de adoração à deusa mãe. As Wiccas (bruxas) não usam magia negra, elas defendem a vida, honram a energia MÃE que gera todas as formas de vida.

Algumas bruxas históricas adquiriram alguma notoriedade, como é o caso das chamadas Bruxas de Salem, a Bruxa de Evóra e Dame Alice Kytler (bruxa inglesa). São também bastante populares na literatura de ficção, como nos livros da popular série Harry Potter, nos livros de Marion Zimmer Bradley (autora de As Brumas de Avalon, que versam sobre uma vasta comunidade de bruxos e bruxas cuja maioria prefere evitar a magia negra, ou a trilogia sobre as bruxas Mayfair, de Anne .

Como disse Albert Einstein : 
"Além das aptidões e das qualidades herdadas, é a tradição que faz de nós aquilo que somos."

Tradições arcaicas que impõe dor e sofrimento a qualquer forma de vida, não é tradição é sadismo.
Amara Antara


DIA DAS BRUXAS

“Miséria e injustiça acabarão por desaparecer se for permitido à pura luz da razão penetrar nas cavernas escuras da ignorância, da superstição e do ódio.” 
 Desiderius Erasmus

29 de outubro de 2017

DIA DAS BRUXAS

“O medo dos poderes invisíveis, inventados ou imaginados a partir de relatos, chama-se religião.”
Thomas Hobbes 

27 de outubro de 2017

DIA MUNDIAL DO GATO PRETO

DIA MUNDIAL DO GATO PRETO

No dia 27 de outubro é celebrado, em todo o mundo, o Dia do Gato Preto. A data, comemorada pouco antes do Dia das Bruxas, surgiu para destacar a beleza desses felinos de pelo sedoso e lutar contra o preconceito que eles sofrem por sua cor, em especial nessa época do ano.

Os gatos pretos foram, ao longo da história, os mais perseguidos. Na Idade Média, eram associados a forças do mal e muitas vezes foram queimados em fogueiras com as bruxas. Até hoje há quem acredite que eles trazem azar a quem cruzar seu caminho. Essa má fama tem consequências ruins para esses felinos, que acabam até sofrendo extrema violência em épocas como o Halloween ou dias próximos a sextas-feiras 13.

Além disso, esses gatos são, muitas vezes, os menos desejados para adoção e os que esperam por mais tempo para serem doados. As ONGS estão cheias de gatos pretos, muitos deles esperando há anos por uma família! Na ONG Mundo Gato, de São Paulo, há gatos pretos de todos os tipos e tamanhos e alguns deles esperam há mais de um ano por seu final feliz. Além da cor do pelo, eles têm em comum a personalidade carinhosa e sociável – do simpático Bóris, uma pantera de um ano cheio de garbo e elegância, ao Cairo, um docinho pronto para ser levado para casa.


10 de outubro de 2017

SEXTA-FEIRA 13 e DIA DAS BRUXAS

SEXTA-FEIRA 13

Neste mês teremos uma sexta-feira 13 e 31 de outubro, redobre sua atenção aos seus gatos pretos e brancos, em especial os não castrados.

De uns tempos para cá os gatos brancos também estão sendo vítimas de assassinatos em nome de crenças, dizem que fazem trabalhos com eles para o amorrrrr.

Fico pensando como alguém acha que pode ter felicidade com as mãos (alma) sujas de sangue, como alguém acredita que, assassinando uma vida, seja gato, cabrito, pomba ou qualquer animal, possa ter amor, prosperidade e paz?

Diga não ao assassinato de animais em nome de crenças ou por qualquer outro motivo.

Acolha um gato branco ou preto caso não possa adotá-la até passar esse perigo.

Tenha compaixão, seja misericordioso com a dor de quem não pode se defender.

Denuncie.

Obs: Tenha muito cuidado com os castrados também, já houve casos de maus-tratos com castrados.

18 de março de 2017

Você ainda consome carne? seja vegano.

Não resisti.
Eu sempre prometo não me envolver nessa sujeira toda que são os políticos, empresários gananciosos e pessoas sem caráter, porém, não resisti.

11 de outubro de 2016

Não dê animais de presente

DIA DAS CRIANÇAS

Neste dia das crianças e em todos os dias.
Não dê animais de presente.

Eles não são brinquedos, são vidas.

Não compre animais, nenhum animal é feliz, sendo tratado como mercadoria, sem falar nas matrizes que são usadas até não terem mais “utilidade” e depois são descartadas como lixo.

É triste ver os filhotinhos em pet shop, em gaiolas, olhar triste implorando para sair dali, não compactue com essa indústria desumana.

Fico os imaginando sozinhos nesses pets shop, todos se vão e eles ficam ali, sós,  chorando sem entender o que está acontecendo.

Não dê animais de presente

E quem compra em geral os vê como objeto também, muitas vezes são comprados para preencher “vazios” que nada poderá preencher, vazios da alma nada preenche, quando uma pessoa adota, em geral adota por amor, por compaixão.
Ensine seu filho e todas as crianças que animais são vidas preciosas, não mercadoria, uma vida não tem preço.

Incentive a adoção responsável, onde pais  e crianças adotem por compaixão, amor e solidariedade. Tenham em mente que esse animal viverá no mínimo 10 anos ou mais.

Adote...
Acolha...
Não abandone...
Castre...
Castre...
Castre...

2 de outubro de 2016

Gatos, nossos anjos da guarda


Ouve um tempo que eu tinha “certeza” que havia “anjo da guarda”, um ser invisível que cuidava de mim e de todos os seres, cada um tinha o seu, um ser à minha disposição para livrar-me das ciladas da vida (ou das nossas próprias cilada para com Ele), hoje não tenho mais certeza de nada, aliás, ficou uma tênue ideia de que, existe alguma coisa que “torce” por nós, mas para todos igualmente, sem preferências. Não que eu achasse que “meu” anjo da guarda desse preferência a mim, porém, me ensinaram que ele era “só meu”.
Hoje pensando nisso vejo que se assim fosse, iria contra as Leis da vida, onde todos são UM com o Criador.

Nós nos separamos, porém, o Criador acredito que nos “vê” como um só.
Já os gatos eu não tenho dúvidas que são nossos anjos da guarda, não que merecemos ter “alguém” especial para nos ajudar nessa caminhada tão complexa que se chama vida, eles são nossos anjos porque há um amor infinito neles, em especial aqueles que passaram por maus-tratos e nós lhes demos uma chance para nós amar e nos proteger.

Acredite ou não em anjos que nos protegem invisivelmente, acredite, os gatos e todos animais são nossos anjos no visível.

Adote um animal abandonado e terá um anjo no visível e com isso irá facilitar o “trabalho” do seu anjo que está lá no “céu”.

"Um anjo vem todas as noites: senta-se ao pé de mim, e passa sobre meu coração a asa mansa, como se fosse meu melhor amigo."

 Lya Luft   

5 de setembro de 2016

FRANK E LOUIE, O GATO DE DUAS CARAS

FRANK E LOUIE, O GATO DE DUAS CARAS

A maioria dos gatos com duplicação crânio-facial (ou diprosopia) não sobrevive por mais do que algumas horas, mas o caso de Frank e Louie é diferente: ele já completou 13 anos de vida.

Apesar dos dois nomes, o gato é um só (não tem dois cérebros, por exemplo), já que sua condição não foi causada pela união de dois embriões, mas por uma proteína chamada “Sonic Hedgedog Homolog” (sim, o nome da proteína faz referência ao personagem de videogame Sonic).

Seu dono original queria sacrificá-lo e o levou para um consultório veterinário. Uma funcionária, contudo, decidiu adotar Frank e Louie, e o gato vive com ela até hoje em Massachusetts (EUA), junto com outro gato e um papagaio.

No vídeo abaixo, você verá como Frank e Louie tem uma vida “normal”, apesar da sua condição. Curiosidade: esse tipo de gato é conhecido como “gato Janus”, em referência a um deus romano de duas faces

FONTE: http://www.vocerealmentesabia.com/2013/06/frank-e-louie-o-gato-de-duas-caras.html#more


 VÍDEO DE FRANK E LOUIE

Adote um animal abandonado

“Entendo que solidariedade é enxergar no próximo as lágrimas nunca choradas e as angústias nunca verbalizadas.”
Augusto Cury
.......................................................
Adote...
Acolha...
Não compre...
Não abandone...
Castre...
Castre...
Castre...

19 de agosto de 2016

24 de maio de 2016

4 de abril de 2016

Dia Mundial dos Animais de rua


COMO SE MORRE DE VELHICE

Como se morre de velhice
ou de acidente ou de doença,
morro, Senhor, de indiferença.

Da indiferença deste mundo
onde o que se sente e se pensa
não tem eco, na ausência imensa.

Na ausência, areia movediça
onde se escreve igual sentença
para o que é vencido e o que vença.

Salva-me, Senhor, do horizonte
sem estímulo ou recompensa
onde o amor equivale à ofensa.

De boca amarga e de alma triste
sinto a minha própria presença
num céu de loucura suspensa.

(Já não se morre de velhice
nem de acidente nem de doença,
mas, Senhor, só de indiferença.)

Cecília Meireles, in 'Poemas (1957)'

14 de março de 2016

Dia Nacional dos Animais


"Todos os animais nascem iguais perante a vida e têm os mesmos direitos à existência." 

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

5 de dezembro de 2015

COMO NASCERAM AS TRICOLORES

COMO NASCERAM AS TRICOLORES
Amara Antara
Para Esperança

Num tempo além do tempo, no momento da criação de todas as formas de vida sobre Terra, foram surgindo os animais cada um com suas peculariedades, foram criados segundo as características de cada espécie.

Quando chegou a vez dos felinos, o primeiro a ser criado foi o guepardo (Chita), o Criador lhe disse: entre os animais terrestres serás o mais veloz. Depois veio o leão, serás conhecido como o rei dos animais.

E assim, o Criador foi colocando cores, beleza, harmonia em cada um, porém, todos foram criados com as mesmas características, respeito e amor pela Natureza.

O Criador compadeceu-se dos humanos e resolveu criar os animais domésticos, para que pudessem “domesticar” o coração dos homens e os ensinar a amar incondicionalmente.

Primeiro vieram os cães, chegaram alegres, entusiastas, servis, amorosos e leais.

Em seguida vieram os gatos, apesar de amorosos, leais e companheiros como os cães, tinham a missão de ensinar aos humanos a sabedoria do silêncio, da observação e da sintonia com a alma.

Foram recebendo as formas e cores, primeiro vieram os brancos, depois os amarelos, depois os pretos, os cinzas etc.

Assim disse o Criador:
Ao branco, terás a pureza das crianças.
Ao amarelo, terás o esplendor do sol.
Ao preto, terás o mistério da noite.
Ao cinza, terás o mistério da noite (preto) permeado com a pureza do branco.

Porém, todos os gatos, de todas as cores e raças receberão uma individualidade meditativa, serão diferentes da maioria dos animais, terão o direito de subir nas árvores, muros e poderão ver o “mundo” do alto dos telhados com elegância e graça.

De repente apareceu uma pequena gatinha ainda “inacabada” que ao aproximar-se do Criador, se esfregou, ronronou e deitou-se silenciosamente e delicadamente aos seus pés.

O Criador lhe disse: pequena criatura terás a pureza do branco e a delicadeza das nuvens.

Depois deu uma pincelada do preto e disse: terás a mistério da noite escura.

Depois uma pincelada do amarelo, e disse: terás o fulgor do sol que brilha no firmamento.

Pequena criatura serás diferente de seus irmãos felinos,
suas cores ficarão na memória dos humanos para que aprendam a desenvolver.

Do branco: a pureza nas intenções e no coração.
Do preto: na escuridão é que poderão encontrar o caminho para a pureza.

Do amarelo: depois de atravessarem a escuridão com confiança e sabedoria, encontrarão a luz que está em seu interior.

Muitas vezes as tricolores terão o tom cinza no lugar do preto, para fazê-los lembrar-se da chuva que fecunda a terra nas manhãs cinzentas e frescas.

Algumas de vocês nascerão como a beleza do sol no firmamento, outras nascerão com a beleza do alaranjado para lembrá-los das cores do nascer ou do pôr do sol.

As tricolores trarão a energia feminina ao mundo, terão a missão de serem mães, aprenderão a amar e dar vida a outras vidas.

Porém, as tricolores e todos os gatos caminharão pela Terra silenciosamente, com leveza, beleza, delicadeza e um certo mistério.
Assim, nasceram as lindas tricolores.

10 de maio de 2015

CONVIVENDO COM OS ANIMAIS DESDE CEDO


CONVIVENDO COM OS ANIMAIS DESDE CEDO

Seu filho pede insistentemente um animalzinho de estimação e você tem dúvidas se atente ao pedido. Quer uma dica? Saiba que um animal de estimação ajudará no desenvolvimento emocional e social da criança.

Com um animal de estimação, o pequeno da família não mais terá poder total como tinha com seus brinquedos. Para cada atitude dela, o animal de estimação terá uma reação, atuando diretamente no processo de socialização da criança.

Um animal necessita de cuidados e a criança precisa ter responsabilidade sobre eles. Essa responsabilidade depende da idade do menino ou menina e deverá ser orientada e estimulada por um adulto.

Crianças pequenas ainda não sabem distinguir o seu bichinho de pelúcia do animalzinho de estimação e podem machucá-lo ao apertar demais, jogar para o alto ou mesmo bater para recriminar algo que o animalzinho tenha feito. Essa relação pode causar danos físicos ao animal e à criança (o gato pode arranhar ou o cachorro morder ao reagir a uma “agressão”).

Nessa situação, o adulto tem que estar sempre muito atento, procurando conversar com as crianças sobre como lidar com o animalzinho, do que ele gosta e o que pode machucá-lo.
A criança pode ficar encarregada, com ajuda do adulto, de limpar o ambiente do seu animalzinho, dar comida e fazer carinho.

Com crianças acima de 5 anos, os cuidados com seus animaizinhos podem aumentar. O filho já pode levar o bicho de estimação para passear, dar banho e até aprender alguns comandos de adestramento. Existem cursos de adestramento para o público infantil.
Aprendendo com os animais - A responsabilidade que a criança terá ao cuidar do seu animalzinho desenvolve a autonomia, afetividade e os mais diversos sentimentos como alegria, frustração e respeito.
Atenção para que os cuidados de relacionamento com o animal de estimação não se tornem uma obrigação para a criança. Ela deve estar consciente de que os animais precisam de respeito e carinho, assim como qualquer relacionamento.

O convívio com o animal de estimação influenciará nas relações futuras com os amiguinhos. A criança que convive com animais de estimação é mais afetuosa, sociável, justa e não é individualista.
Além do contato com os sentimentos que precisará para lidar com outras pessoas, o animal pode trazer a experiência com a perda. A criança aprenderá sobre o ciclo da vida, desde o nascimento até a morte e o quanto isso é natural.

Mamãe - Agora o recado é para as mamães que ficam preocupadas quanto ao risco de alergias. Estudos mostram que crianças que convivem nos primeiros anos de vida com animais de estimação estão menos propensas a desenvolver alergia, pois o seu sistema imunológico já está “acostumado” com os agentes alergênicos encontrados nos animais.

Já o sistema imunológico de crianças que cresceram sem contato com animais não reconhece os agentes alergênicos provocando reações. Não esqueça de levar o animalzinho ao veterinário sempre para que receba os cuidados necessários e evitar doenças, sempre acompanhado de seu filho para que também escute as orientações do doutor criando assim mais responsabilidade.

Cuidados com os bichinhos - antes de escolher um bichinho, consulte um veterinário para que este auxilie na escolha de acordo com sua possibilidades, como ambiente onde o bichinho irá viver, espaço que necessitará, necessidade de passeios, etc. Além disso, ele lhe orientará quanto às questões de saúde e prevenção de doenças do seu animalzinho, especialmente quanto às zoonoses (doenças que são transmitidas dos animais para o ser humano). No caso, de crianças convivendo com animais isto é muito importante, pois elas estão sempre levando a mão à boca, e o risco de contrair algum tipo de zoonose é maior.

Bruno Rodrigues

FONTE: http://guiadobebe.uol.com.br/convivendo-com-os-animais-desde-cedo/